Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

toque

Somos teimosos. Insistimos na proximidade um no outro.
Somos do tipo que anda lado a lado procurando as mãos. Quando andamos pela trilha que levava até a praia, calculamos que o caminho estreito não contemplaria nossos laços de dedos. Andamos em fila indiana, eu colocava as pontas dos dedos nas costas dele. Encostamos um no outro, já é o suficiente. O toque é essencial.
Não precisamos de cama de casal. Dormimos tão colados e enroscados que um berço bastaria. Nosso amor não é compacto, mas cabemos um no outro. Meu endereço é ele.
Quando um casal anda se procurando é porque sempre está disposto a inovar caminhos para o mesmo lugar. Às vezes eu gosto de beijar do pescoço até a boca. Às vezes ele me diz que nem sabe por onde começa enquanto me puxa para perto.
Perto: por definição minha, o melhor início. Por definição nossa, prioridade.
Mais bonito que estar no destino um do outro é ser o destino um do outro. Numa tarde ele me beijou os cotovelos enquanto conversava. Quando ele está agitad…

regra do mega ludo

Nem Campeonato Brasileiro, nem Gauchão, muito menos Olimpíadas ou Copa, os jogos mais impressionantes da vida acontecem nas férias. As jogatinas noturnas – preferencialmente com taças de vinho em cima da mesa – fazem troça do impossível. Não duvido mais nada dos tabuleiros. Confio em todos os acasos. Os dados de verão são treinados por magos. Os peões têm pó de fada! 
Eu estava sentada apreciando uma tacinha de vinho na noite quando o meu namorado surgiu com cara de quem queria aplauso. Jeito sapeca sem qualquer intenção sexual. Tirou das costas um copinho de general e um tabuleiro de mega ludo (descobri que não é ludo). O copinho era apenas um guardador de pecinhas e dados. Mal perguntou se eu queria jogar, foi dispondo as torrezinhas, explicando as regras, me cedendo um dado. Jogamos três vezes nessa noite. Ganhei duas. 
Assim foram seguindo as nossas noites de jogatina. Eu tenho uma baita sorte, ele se irrita. Eu ganho, ele me lança raios com o olhar. Mas se ele ganha, tripudia. Exal…