quinta-feira, 15 de abril de 2010

24,016438 horas

Há dias que eu acordo meio mandona. Resolvo que quero isso ou aquilo, me aproprio do mundo, escolho desejos alheios e, se bobear, até o refrigerante dos filhos dos vizinhos. Tem dias que eu não dou opção. Não há Cristo que me convença a mudar de opinião. São raros, mas existem. Decido quem existe, quem some, o que aconteceu, mudo os rumos da história, decreto o improvável, minto jurando que é sério. Um pequeno caos de 24 horas... até pelo perigo que representa fazer isso por mais tempo – não quero ser presa, juro - , ou seja, no dia seguinte tudo está como sempre foi. Cabral voltou a descobrir o Brasil, a gravidade é uma realidade e a minha conta bancária segue no vermelho. Piscante!



E daí, nesses dias, eu resolvo tudo. Nada fica sem solução, já que EU decido, EU mando, Eu determino. O que eu sei, eu digo, o que eu não sei, eu invento. E vale. Pelo simples fato que eu decido. E se alguém discordar, eu mando sumir – do MEU mundo, no MEU dia. Já pensei em fazer um #kukyday, mas a minha megalomania não chegaria a tanto. Ou chegaria?



De qualquer forma, vou encaminhar isso ao meu Departamento de Veja Bem.



Ah, no dia que eu sou a dona do mundo, o Departamento de Veja Bem não existe. Nada fica pendente de nada.



Logicamente, hoje não foi um dia de dona do mundo. Mas sinto que ele se aproxima avassalador, tresloucado e esquizofrênico. E daí, temei! TEMEI!!!












Quero mandar uns salves para pessoas amadas que estão longe fisicamente, mas bem presentes no meu coração, pra quem eu mando boas energias, inclusive incluo nas minhas orações diárias. Acreditem, eu rezo. Pra quem, não interessa, importa a fé e a energia que esse ato representa. Lá vai meu salve:



Lucas, amei o videozinho novo da música Taste like Cookie. Chorei chorinhos. Tu não está na minha prateleira. #cicatriz

Tavares, meu urso-irmão, irmão-urso, que fez aníver esta semana, preciso dizer o que se passa no meu coração?

Bell, que fez aníver dia primeiro de abril, nenhuma outra data seria tão perfeita hahahaha. (já aprendi a andar de sonrisal sem cair, é só não beber!)

Vavo, por cuidar deles... pelo menos, eu acho que cuida.


Nenhum comentário: